Sonho, Planejamento e Disciplina: a Trilogia da Felicidade

 

Eu não sei para vocês, mas para mim, transformar planos em felicidade depende de 3 “ingredientes”.

O primeiro é o sonho. Sim, sonho. Talvez no nosso dia-a-dia tão atribulado, nem saibamos mais o que é isso, ou quem sabe trocamos por meta, por objetivo, por target… Mas o fato é que todos nós somos movidos por sonho, seja ele qual for. É ele que nos mantém vivos e por isso precisamos constantemente redescobri-lo. Enfatizo ainda que, independente de qual seja o sonho, sonhe e o alcance !

O segundo “ingrediente” é planejamento, ou melhor a importância de se planejar. Temos visto hoje em dia muitas pessoas se lamentando por não terem desenvolvido seu planejamento financeiro e formado uma reserva de emergência… Por não terem criado um plano de carreira e desenvolvido novas habilidades… Por não terem se precavido com o plano B e criado outra fonte de renda… Muitas vezes, pensar em cenário crítico era confundido com pessimismo. Em outras vezes, foi a procrastinação que falou mais alto…

 

“Não há mais céu de brigadeiro, não estamos mais na versão beta e o alarme de incêndio não é mais simulação…”

 

Num olhar empresarial, observamos que por melhor que tenha sido feito o planejamento estratégico, hoje ele não faz mais sentido, e por isso precisa ser revisitado e cascateado com toda equipe. A missão da companhia pode não ter sido alterada, mas certamente a visão não é mais a mesma e novos valores surgiram. Não há mais céu de brigadeiro, não estamos mais na versão beta e o alarme de incêndio não é mais simulação… Culturas, procedimentos e ERPs foram definitivamente colocados à prova, e a prova de superação é que nunca antes um CNPJ foi visto como a soma de CPFs engajados, criativos e resilientes, revendo seus valores perante o Cliente e seu legado à Sociedade.

Por fim, de nada adianta sonhar grande e planejar bem, se não houver disciplina de colocar o plano em prática em busca deste sonho…

Espero que estas provocações, positivas é claro, possam de alguma forma os fazer refletir e encontrar sua melhor versão de si mesmo. E não se deixe abater pelo cenário crítico que estamos vivendo porque certamente ele está repleto de aprendizados e oportunidades.

 

Por Rodrigo Assad Silva. Engenheiro Civil, Vice-Presidente do IBGTr, Superintendente da Companhia Paranaense de Construção, Instrutor de Educação Financeira no Colégio Marista Santa Maria e Sócio-Diretor da A.Nexus Consultoria em Planejamento & Gestão.

Posted in Artigos and tagged , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *